No Acre, menino ganha festa de aniversário com tema da PM e presença surpresa de policiais

igm-7668-7-

Fã da Polícia Militar (PM-AC) desde os 2 anos, Fernando Júnior ganhou uma festa com o tema da PM neste sábado (25) em comemoração aos 10 anos dele, que foram completados no último dia 20 desse mês.

A mãe dele, Francisca Siqueira, de 39 anos, conta que o menino sonha em ser policial e, por isso, entrou em contato com a corporação e um grupo de PMs apareceu de surpresa na festa no bairro Belo Jardim, em Rio Branco.

“Ele ficou impactado, não esperava por isso. Ele ficou muito feliz e eu como mãe fico mais feliz ainda em realizar o sonho dele. A alegria dele, de compartilhar esse momento com a corporação, foi muito gratificante”, lembra.

Francisca conta que o amor do filho pela PM começou quando ele via viaturas passando no bairro e dava tchau para os policiais. Segundo ela, a paixão foi crescendo aos poucos e ele começou a dizer que seria policial.

Ao mesmo tempo que ficou feliz, a mãe conta que também teve receio e chegou a desmotivar o filho devido à violência que os policiais militares enfrentam diariamente. Mas, Fernando não desistiu e disse para a mãe que iria seguir a profissão por amor e para ajudar a sociedade.

“Ele disse que é o que ele quer, ir para a rua e defender a população. Ele disse que não pensa em dinheiro, mas em ajudar os outros. Ele disse “dinheiro nenhum paga o amor que tenho pela polícia e quero ser policial”, lembra.

O sargento Alisson Pires foi um dos policiais que apareceram de surpresa no aniversário de Fernando. Ele destaca que a corporação ficou surpresa e também emocionada por receber um reconhecimento tão sincero de uma criança.

Pires diz que o sentimento da criança pela corporação deixa os policiais ainda mais incentivados a continuar atuando de forma correta.

“É emocionante ver uma criança com pouca idade, mas que já tem apreço pela profissão que a gente segue e também o desejo de seguir essa profissão. Isso nos deixa bastante sensibilizados, pois essa criança não tem o mesmo pensamento que muitas pessoas de que a polícia é truculenta e age de forma errada. Ver uma criança com esse sentimento é a prova de que estamos fazendo o nosso trabalho de forma correta”, finaliza.

Por: Josy Monteiro

Da Redação: avozdafronteira.com (com informações: g1.globo.com)