Estoquista é morto após sair de loja para almoçar: ‘a mãe está em choque’, diz tia

mortegazin

O estoquista Max Wesley dos Santos, de 19 anos, de uma loja de móveis de Rio Branco foi morto a tiros na tarde desta segunda-feira (4) no Portal da Amazônia. De acordo com os colegas de trabalho, o jovem havia saído para almoçar. A família conta que a mãe chegou a ligar para Santos para saber o motivo do atraso.

Ele morava com os pais no bairro Bahia Velha e ninguém da família soube informar o que ele faria no local em que foi morto. O pai muito abalado não quis passar informações, limitou-se a dizer que o filho não tinha envolvimento com o crime e que era um rapaz tranquilo.

Informação que foi reforçada pela tia, Claire Lopes Cruz. Ela diz que a mãe do garoto, que trabalhava na mesma loja, está em estado de choque. Santos trabalhava há dois anos no estabelecimento.

“Ele era um rapaz tranquilo. Não tinha envolvimento com nada. A mãe dele até ligou perguntando se ele não ia almoçar. Era para ele ter ido almoçar, mas foi para esse lugar. A gente não sabe se ele conhecia alguém lá. A mãe dele está em estado de choque. Ninguém sabe o motivo”, finaliza.

Por: Josy Monteiro

Da Redação: avozdafronteira.com (com informações: g1.globo.com)